(71) 3252-0142 / 3377-3954 contato@vitaldog.com.br facebook.com/vitaldog

Dicas

Minimizando o risco de ser mordido por um cachorro.

Postado por Vital Dog em 23/03/2013

Minimizando o risco de ser mordido por um cachorro.
Há maneiras de prevenir que crianças sejam mordidas por cães. Esta matéria contém conselhos de treinamento para crianças, adultos e cães, para que todos se relacionem e se comuniquem de forma tranquila.

Muitas vezes nos esquecemos de que os cães não se comunicam da mesma forma que os humanos. Por exemplo, humanos fazem contato visual quando se comunicam e fazem contato com um aperto de mão. Estes dois comportamentos podem ser interpretados por um cão como ameaças.

Treinamento é a chave para prevenir mordidas caninas. E isso quer dizer que cães, crianças e adultos precisam ser treinados para se relacionem e se comunicarem eficientemente.

Cães dormindo: Ensine às crianças a não se aproximarem de um cão dormindo.

Sabemos que humanos, quando acordados de um sono profundo, podem agir de maneira defensiva, ou seja, agredindo. Cães que acordam assustados podem agir da mesma forma. Cães não devem ser perturbados enquanto dormem. Se precisar acordá-lo, chame-o de uma distância segura que permita com que ele acorde e se oriente.
Coloque a cama do seu cão em um local que fique longe dos barulhos e áreas de maior atividade da casa. Isso diminuirá o risco de acordá-lo e ele se assustar.

Durante a alimentação :Crianças devem ser ensinadas a não se aproximarem quando cães estiverem comendo ou roendo um osso. Os animais podem se tornar defensivos nestes momentos.

Cães podem ser treinados a aceitar interferência em sua alimentação caso isso seja feito desde quando são filhotes. Para isso o dono precisa ensinar o cão a não reagir ao fato do alimento ser removido enquanto estiver comendo. Comece colocando uma pequena quantidade de alimento na vasilha, depois colocando mais alimento dentro dela com sua mão. Dessa forma, a presença de uma mão será interpretada como um prêmio. Se o filhote estiver feliz e não mostrar sinais de agressividade, tire a comida. Faça carinho nele como prêmio. Depois que o filhote tiver sentado e já tenha recebido o prêmio, devolva o alimento permitindo que volte a comer. Este treinamento deve continuar por toda a vida do cão, especialmente se houver a possibilidade de crianças na casa.

Como se aproximar de um cão Crianças devem ser ensinadas a não mexer com cães desconhecidos e avisar sobre cães perdidos para que o adulto saiba como agir adequadamente.

Muitos dos comportamentos que os humanos tem uns com os outros podem ser interpretados como ameaças pelos cães. Se um cão está na companhia de seu dono, é essencial pedir a permissão do dono para se aproximar dele. O dono deve iniciar a apresentação de uma pessoa desconhecida ao cão. A aproximação deve ser feita em um ângulo, não pela frente nem por trás. Uma vez perto do cão, levante a parte de trás da mão vagarosamente para que ele cheire antes de fazer carinho no queixo ou no peito dele. Não se deve fazer carinho no topo da cabeça ou ombros dos cães. Uma palma aberta de frente para um cão pode ser interpretada como sendo uma ameaça e fazer com que ele aja defensivamente. Se o cão não cheirar sua mão ou se afastar, não tente fazer carinho nele.

Crianças pequenas podem ser agressivas, incansáveis e não estarem cientes que seu comportamento está perturbando o cão. Seus gritos agudos e tentativas descoordenadas de demonstrar afeição podem irritar o cão, fazendo com que aja defensivamente ou cause uma perseguição. Desestimule brincadeiras rudes e inapropriadas pois isso pode deixar o cão muito animado.

Supervisionando crianças com cães Crianças pequenas nunca devem se aproximar de cães sem a permissão do dono. Adultos devem controlar os movimentos da criança, no iní­cio, enquanto estão aprendendo a se relacionar com cães. Uma boa forma de começar é segurando e guiando a mão da criança para fazer carinho gentilmente no cão. Crianças precisam de supervisão constante quando em contato com eles.
Fazer contato visual com um cão pode enviar a mensagem errada de dominação, podendo ser entendido como uma ameaça.

O que fazer quando um cão estranho se aproxima de você Crianças ficam animadas facilmente. Uma reação normal é correr e gritar. Esse comportamento pode amedrontar um cão que está apenas curioso ou querendo participar da brincadeira. Nunca se aproxime de um cão sem a permissão do dono. É útil ensinar crianças a ficarem quietas e paradas ("como uma árvore") e não levantar suas mão acima da cabeça.

Comportamentos caninos importantes de se reconhecer Como outros animais, os cães têm uma maneira especial de se comunicar entre si e com os humanos. Muitas pessoas interpretam um rabo balançando como o sinal de um cão feliz, mas poucas pessoas realmente sabem ou entendem outros sinais da linguagem corporal canina. Essa linguagem nos dá dicas de como o cão pode estar se sentindo.

Um cão deve ser deixado em paz quando:
* Levantar os bigodes;
* Rosnar;
* Se afastar de você;
* Levantar os pêlos atrás do pescoço.


Fonte/Autor: www.pedigree.com.br

 
 
 

Rua Parque São Jorge, 79, São Cristóvão, Salvador - Bahia       Tel.: (71) 3252-0142 / 3377-3954 / 9124-8090 /9135-8903      contato@vitaldog.com.br

Level2 Host